Você pensou que já tinha visto a maior Impressora 3D da sua vida?

Pode ser que não, empresas de tecnologia como a de Elon Musk, e de Jeff Bezos, querem chegar a Marte, para isso estão criando estações para voos comerciais até o espaço.

Com o apoio do empresário Mark Cuban, a Relativity Space está com projeto de foguetes e naves espaciais impressos em 3D. Por essa você não esperava!

A Relativity utiliza sistema de tecnologia para a impressão através da sinterização a lazer, que utiliza feixes de luz para unir camadas únicas do metal em pó, deixando os detalhes mais minuciosos.

“Achamos que é inevitável que, se a humanidade quiser colonizar outros planetas, a impressão em 3D seja realmente a única maneira de fabricar ferramentas e peças de reposição”, disse Ellis.

Segundo Ellis o objetivo é aumentar de 1% para 95% o percentual de peças em 3D para voos espaciais até 2020. Desde 2015, a data em que foi criada até 2018, a empresa lucrou cerca de US$ 45 Milhões.

Como exemplo, as Impressões em 3D podem solucionar o problema de manufatura enfrentado pelo setor aeroespacial, como o caso do Aeon, o primeiro motor de foguete fabricado por eles. Atualmente, eles levam dias para fazer, o que levava meses de esforço e centenas de peças perdidas, além de se tornar possível a transformação do material em formas que seriam difíceis ou até impossíveis de criar usando moldes.

A fábrica foi projetada com a finalidade de produzir grande parte dos foguetes, com Impressoras compostas por câmeras, software e sensores inteligentes o suficiente capazes de detectar falhas e aprender imprimir peças grandes e complexas.

Acham que acabou? Nada.

Eles ainda querem criar uma Impressora 3D que voe até Marte para construção de habitats.

Fonte: Época Negócios

6 respostas

  1. Nice weblog here! Additionally your site
    so much up very fast! What web host are you the use of?
    Can I am getting your affiliate hyperlink in your host?
    I wish my website loaded up as fast as yours lol

  2. You really make it seem so easy with your presentation but I find this
    matter to be really something that I think I would never
    understand. It seems too complicated and very broad for me.

    I am looking forward for your next post, I will try to get the hang of it!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.